• (11) 3083-1031
  • atendimento@log10.com.br
  • Rua Quitanduba, 73 - Caxingui, São Paulo - SP, 05516-030
  • (11) 3083-1031
  • atendimento@log10.com.br
  • Rua Américo Firmino de Tolêdo - Galpão 07, 840 - Uberaba, Curitiba - PR, 81580-450

Blog

Boas práticas no Transporte de correlatos de saúde

Vamos falar sobre os correlatos de saúde? Conforme a definição do inciso do Decreto nº 79.094, os produtos correlatos de saúde são equipamentos de diagnóstico, de terapia e de apoio médico-hospitalar. Podem ser ainda materiais e artigos descartáveis, implantáveis e de apoio médico-hospitalar. Além disso, os produtos correlatos de saúde abrangem também itens para diagnósticos de uso ‘in vitro’.

Os produtos diagnósticos de uso “in vitro” são os reagentes, padrões, calibradores, controles, materiais, artigos e instrumentos, que contribuam para realizar determinação de amostra biológica e que não estejam destinados a cumprir função anatômica, física ou terapêutica.

Para estar habilitada a realizar o transporte de correlatos ou produtos da saúde como também são chamados, uma transportadora deve possuir alguns documentos. Entre eles a  autorização de Funcionamento (AFE), que é concedida pela ANVISA e a Licença de Funcionamento (LF), concedida pelo órgão de vigilância sanitária local.

A etapa de transporte de produtos da saúde é extremamente delicada. Por isso, nem toda empresa que faz o transporte de medicamentos está habilitada para transportar correlatos de saúde. É necessário solicitar uma autorização de funcionamento específica. Qualquer adversidade ou má prática da equipe pode resultar na contaminação do material ou mesmo na avaria do item, comprometendo também diagnósticos, tratamentos e a segurança do paciente como um todo.

Para evitar que tais situações ocorram, a empresa de transporte médico deve implementar boas práticas como:

  • Manutenção preventiva dos equipamentos e do veículo;
  • Controle de temperatura do veículo;
  • Treinamento periódico para colaboradores;
  • Manter a higiene no veículo e desinfecção constante;
  • Contar com um profissional farmacêutico em seu quadro de colaboradores.

Apesar de não ser um documento obrigatório, as empresas que possuem o certificado de boas práticas de distribuição e armazenagem (CBPDA) possuem a garantia da própria ANVISA de que de fato estão de acordo com a legislação em vigor.


Contratar empresa de transporte de correlatos de saúde 

Aqui na Log10, além de possuirmos uma frota moderna e preparada para as demandas de transporte hospitalar, contamos com uma equipe altamente treinada e pronta para atuar com a seriedade e profissionalismo que o setor requer.
Trabalhamos com transporte de produtos médicos e hospitalar, material biológico, medicamentos e instrumental cirúrgico. Entre em contato conosco e saiba mais.

Solicite Orçamento

Solicite uma Cotação
















    (11) 3083-1031 Chat WhatsApp